Presidente do IPLD participa de debate em São Paulo sobre os 20 anos da Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro

02/05/2018

Além de reunir membros de autarquias importantes como COAF, Banco Central e CVM, o evento contou com a participação de profissionais do setor privado de diversos segmentos que atuam com Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo

 

Nesta quarta-feira, 02 de maio, o presidente do IPLD Robinson Fernandes foi um dos convidados a participar do debate “20 anos contra a lavagem de dinheiro”, promovido pela Revista Capital Aberto, em São Paulo. Entre os principais assuntos, foi discutido o que pode ser feito para aprimorar as ações contra o crime da lavagem de dinheiro, os avanços legislativos nesses 20 anos e o fortalecimento das áreas de PLD-FT nas instituições.

 

Durante o debate, Robinson pôde comentar sobre o aumento progressivo da sinergia entre os setores público e privado. Robinson também falou sobre o fortalecimento das áreas de PLD-FT. “Cada organização precisa ter uma área especializada de prevenção à lavagem de dinheiro. O mundo do Compliance é muito abrangente e precisamos contar com especialistas em PLD-FT, pois essa atividade está diretamente ligada à corrupção e outros fatores de alto risco como a circulação de ativos ilícitos.”

 

Robinson Fernandes - Presidente do IPLD

Foto: Divulgação Capital Aberto

 

O presidente citou, também, o papel do IPLD na aproximação dos profissionais e na difusão de conhecimento. Entre as iniciativas do Instituto, Robinson ressaltou o lançamento da CPLD-FT, Certificação Profissional em Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo. Com inscrições abertas, o exame é o único que abrange de maneira aprofundada as questões ligadas à legislação e regulamentação de âmbito nacional.

 

“Precisamos pensar em uma comunicação obrigatória de qualidade, por isso a necessidade do profissional se qualificar dentro do universo de PLD-FT, finaliza o presidente do IPLD.

 

Também participaram do debate desta quarta-feira Joaquim Cunha Neto (COAF), Francisco Silveira (Banco Central) e Marcus Vinícius (CVM), além de advogados que atuam no segmento de PLD-FT.

 

 

Debate - Capital Aberto

Foto: Divulgação Capital Aberto